Fan Page - Compliance e Comunicação
Showcase Page - Compliance e Comunicação
Boletim Ambiental

Justiça bloqueia bens de ex-servidor da Caixa por roubar R$30 mil

A Justiça Federal no Amazonas determinou o bloqueio de R$ 54 mil em bens de ex-funcionário da Caixa Econômica Federal da região, que não teve o nome revelado. De acordo com o Ministério Público Federal, o então operador de caixa apropriou-se de uma quantia superior a R$ 24 mil da agência bancária em que trabalhava, situada em um shopping center na zona leste de Manaus. A sentença foi favorável à ação do MPF por improbidade.

Conforme apurado, foram constatados por meio de Termo de Verificação de Valores (TVV) dois desfalques em outubro de 2016. O primeiro no valor de R$ 24.700,00, que foi lançado como falta de caixa, e o segundo de R$ 5.838,50 que foi regularizado mediante fornecimento do cartão de débito do denunciado, que não justificou a irregularidade.

Após o ocorrido, o gerente-geral da agência solicitou que o denunciado apresentasse o documento de regularização para que os procedimentos fossem finalizados, mas o ex-funcionário confessou que não possuía e que havia precisado utilizar o dinheiro em razão de horas-extras autorizadas pela agência.

Diante disso, o gerente convocou a comissão do TVV para nova auditoria. No processo disciplinar, informou que o ex-funcionário confessou que se apropriou da quantia por enfrentar dificuldades financeiras.

Na decisão liminar de bloqueio de bens, a Justiça considerou que os fatos narrados pelo MPF na ação apresentam “fortes indícios de ato de improbidade praticado pelo requerido com a presença do elemento dolo”. A ação segue tramitando na 1° Vara Federal no Amazonas sob o n°1001535-52.2018.4.01.3200.

Link Curto: http://bit.ly/2E6i9au

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*